domingo, 8 de maio de 2016

Teatro e Cidadania Ambiental!

Parece que foi ontem, numa manhã de fevereiro de 2015, quando Pierre Passot conversou largamente com jovens do TCC - Teatro Cabofriense de Comédia. Um papo sobre preservação e meio ambiente. Com isso, ele plantou uma semente que germinaria quase um ano depois, durante a ação comunitária no Caminho Verde, em Cabo Frio, em que o TCC, se juntou a grupos ambientalistas, organizados pelo blog ointeiroambiente.blogspot.com Foi um acontecimento que mexeu fundo em nossas consciências, acordando a vontade de fazer mais!

TCC - Teatro Cabofriense de Comédia. Um ano depois de participar de um
rico Bate Papo sobre meio ambiente ,com Pierre Passot, vai à praça para
ajudar num Mutirão, para "salvar" o Caminho Verde de tanto lixo espalhado
sem qualquer critério.
O Bate papo com Pierre Passot, alertou os jovens em formação teatral, de Cabo Frio, para uma reflexão profunda, sobre a importância de ações que leve mais foco para as questões ambientais. Durante a conversa, Pierre contou um pouco da política para os oceanos, aplicada na França, seu país de origem e que, hoje, é uma referência no trato com o ambiente marinho. Junto com o bate papo, não foram poucas as falas agregadoras e as perguntas curiosas dos jovens presentes, a maioria, do TCC - Teatro Cabofriense de Comédia e alunos do OFICENA - Curso Livre de Teatro de Cabo Frio. Foi um encontro lindo, onde arte e ambientalismo, se juntaram para uma importante reflexão.
Durante o ano de 2015, o grupo mergulhou numa profunda busca de sua consciência de seu papel. Numa cidade como Cabo Frio, rota de turismo, na maior parte das vezes, predatória. Durante feriados longos, não são poucas as ações predatórias de turistas que fazem buzinaço no trânsito, jogam lixo pela vielas públicas e ligam o som extremamente alto, tirando o sossego do marador, que acaba ficando acuado. Na passagem de 2015 para 2016, esse tipo de turismo chegou ao auge. Com a cidade já vivendo a crise dos Royalites da PETROBRÁS e os escândalos políticos, agravando a crise mundial e local, finalmente, os jovens começaram a sentir na pele, o quão importante é, fazer alguma coisa, para deter essa avalanche de destruição sobre a cidade.
O exercício da cidadania, em Cabo Frio, traz a riqueza de sua população local à tona. Arte para o povo e, mais do que isso, arte para ressaltar ações que priorizam a qualidade de vida. Importante é ver a juventude mergulhada nisso até o pescoço. Tem sido assim, a convivência do TCC, durante os dias, desde sua fundação. Jovens focados num fazer coletivo e mergulhados, cada vez mais, em ações sociais que visam, acima de tudo, a construção da vida em seus ciclos de trabalho e organização social. Aos poucos, e cada vez mais, a arte vai se tornando vida ativa e se inserindo na colaboração e construção da POLIS. Somos todos responsáveis, a vida nos trouxe até aqui, agora cabe, caminharmos juntos e sempre.

Jiddu Saldanha - Blogueiro


Um comentário:

  1. Parabéns Jiddu Saldanha, um texto realista e verdadeiro. Quiséramos poder fazer sempre mais e mais por estas gerações adoráveis que virão e irão desfrutar daquilo que nos deixarmos.

    ResponderExcluir